ALUNOS DA USCS RELATAM CRIMES NA DIVISA DE SCS COM SANTO ANDRÉ

Via ABCD Maior

Assaltos a pedestres, arrastões, furtos e arrombamento de veículos estacionados no entorno do campus Barcelona da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), na divisa entre São Caetano e Santo André. Este é o cenário que os estudantes relatam sobre a falta de segurança na vizinhança da universidade. Os criminosos costumam agir armados, em grupos e a noite, principalmente na saída dos alunos. Os alvos são pedestres que seguem sentido a estação de trem Utinga ou quem estaciona no entorno.

A estudante de Gestão Financeira Thamyris da Silva Pereira, 25 anos, foi alvo dos criminosos no dia 20 de setembro, por volta das 21h50. A jovem tinha finalizado uma prova e caminhava para a estação de trem quando foi abordada por cinco rapazes que estavam escondidos em um muro. “Enquanto um deles me mantinha na mira da arma, os outros tiravam minha mochila e me revistavam em busca de qualquer objeto de valor”, lembrou.

Além de Thamyris, outras duas estudantes que vinham atrás da jovem também foram assaltadas pelo grupo. “Depois que eles terminaram de pegar tudo, mandaram a gente correr sem olhar para trás. Caso contrário iria atirar”, recordou. A moradora de Santo André lembra que correu sem parar até chegar à universidade. “Lá encontrei uma amiga que me deu carona para casa.”

No dia seguinte ao tentar fazer o boletim de ocorrência, a aluna teve uma surpresa. “Primeiro tentei registrar em São Caetano, mas me pediram para procurar Santo André. Em Santo André falavam que era São Caetano. No fim desisti de fazer o B.O”, desabafou. O jogo de empurra entre os órgãos das duas cidades é comum, conforme a estudante e membro do diretório acadêmico da USCS Nathalia Bagatini Munhoz, 23 anos. “Já fizemos três abaixo-assinados e entregamos nas prefeituras de Santo André e São Caetano, mas ninguém faz nada. Uma empurra o problema para outra”, esclareceu.

Procurada, a Secretaria de Segurança Urbana e Comunitária de Santo André informou que não recebeu nenhum abaixo-assinado sobre o tema. Apesar disso, se comprometeu em levantar os dados de ocorrências por meio do Infoseg (sistema criminal) e entrar em contato com a GCM (Guarda Civil Municipal) de São Caetano e a Polícia Militar para desenvolver a melhor estratégia de atender a demanda dos alunos.

Já a Prefeitura de São Caetano afirmou que já conta com um trabalho integrado entre as forças policiais e que a GCM realiza patrulhamento constante pelo entorno da USCS. No entanto, diante da denúncia, a Prefeitura se comprometeu em intensificar as rondas da guarda. A Polícia Militar não se pronunciou sobre o caso, até a publicação desta reportagem.

MEDO

Desde o último assalto, Tamyris revelou que está voltando para casa de Uber. “Na última quinta (29/09) cinco meninos fizeram um arrastão aqui. Estou com medo, pois não vemos policiamento”, desabafou. Diante dos assaltos constantes, o estudante de administração Felipe Medina, 24 anos, revelou que os alunos evitam andar sozinhos. “Procuramos andar sempre em grupos, seja para ir até a estação ou para buscar um carro estacionado. Mas está difícil. Aqui virou terra de ninguém”, afirmou.

Além de perder os documentos, cartões e outros pertences de valor, Tamyris explicou que o assalto prejudicou sua vida acadêmica. “Eu estava em semana de provas e ele levou meu caderno, anotações e minha calculadora HP. Fui prejudicada em vários sentidos”, revelou. Nas redes sociais, vários alunos relataram casos de violência no local, inclusive de anos anteriores. “Não é um problema recente, mas a questão é que não é resolvido e tem piorado”, finalizou Nathalia.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s