O SUCATEAMENTO DO ENSINO NO ESTADO DE SÃO PAULO E O FECHAMENTO DE ESCOLAS ESTADUAIS

ocupacao-escola-sp

Reorganização deve atingir mais de 300 mil estudantes da rede

Por Thiago Cavallini e Raissa Melo

O anuncio do fechamento de escolas estaduais no Estado de São Paulo pegou muita gente de surpresa. Chamada de “reorganização da rede de ensino” pelo governo, o projeto prevê o fechamento de 94 escolas e deve atingir mais de 300 mil estudantes.

Se as escolas serão fechadas, como comportar tantos alunos em menos instituições? As salas de aula, já superlotadas, ficarão ainda mais cheias? No início deste ano, a Secretaria Estadual já havia aberto mil turmas a menos, o que foi uma das causas da greve dos professores que durou três meses. Algumas escolas do estado têm cerca de 50 alunos por sala de aula.

Nenhuma escola estadual será fechada em São Caetano, mas o sucateamento do ensino deixa suas marcas por aqui também. Com poucas instituições que oferecem ensino médio na cidade, os alunos precisam passar por processos seletivos para competir pelas poucas vagas. Quem não consegue vaga e não pode pagar pelo ensino, precisa se deslocar para outras cidades da região para estudar.

Além de fechar escolas, a proposta da Secretaria Estadual da Educação é separar os alunos por ciclo de ensino: crianças do 1º ao 5º ano, pré-adolescentes do 6º ao 9º e jovens do ensino médio. O que também dificultaria a vida de pais com filhos em diferentes ciclos. Outra questão importante é que os pais ou responsáveis, alunos ou professores foram ouvidos pelo governo para a elaboração desse projeto. Não dá pra governar sozinho, não é mesmo?

Em protesto contra o fechamento de escolas, alunos ocupam há mais de dez dias várias instituições ao redor do estado, uma atitude democrática que o governo estadual tentou coibir com força policial. As ocupações continuam e crescem em todo o estado, mas a administração se recusa a ouvir a voz dos estudantes e professores.

Esse projeto deixa bem claro que educação passa longe de ser uma prioridade do governo Alckmin. A situação do ensino público em nosso estado é lastimável e a tendência, se dependermos do nosso governador, é piorar.

Foto: Pragmatismo Político

*

Receba nossas notícias também por WhatsApp ou e-mail!
Mande uma mensagem para (011) 95192-0929 ou para ocdoabc@gmail.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s