Sessão de Literatura: Locomotiva

LOCOMOTIVA

a locomotiva continua passando
sem freio
segue rasgando o mundo
queimando
o que encontra pela frente
matando
no peito quem reclama do seu jeito

passa deixando a desgraça
passa atropelando praças
passa esmagando crianças
passa espalhando fumaça

ignora a dignidade de quem serve como colchão para riqueza

das suas poltronas, das suas vidraças, das suas taças de ouro e cristal, da sua carapaça, da sua comida fina de gente ricaça, das suas facas de prata, das suas paisagens que são de graça mas tiram a vida da bicharada, das suas janelas douradas, das suas rodas de ferro fundido no torno da miséria, das suas festas de luxo e glamour, das suas risadas

não para
não para
não para
não para

não para

sua mágica é que ninguém percebe a cilada
seu trunfo é vender o sonho da passagem premiada
iludindo os passageiros que ficaram de fora
na locomotiva não cabe todo mundo
milhares morrem esperando a próxima parada
quando atropelar o último corpo
talvez sinta-se saciada

louco
motivo
esse
de crescer sem limites
de abrir intermináveis estradas
de eleger uma tripulação para ser gorda e bem escovada

a locomotiva que deu partida
nos séculos passados
nunca mais estacionou
colocou no trilho a carne das gentes
alimentou sua máquina
com os ossos dos insobreviventes
vapor doente

a estrada de ferro
não é infinita
ela acaba logo ali
no fim dos continentes

na última estação
não tem bilhete de volta
o túmulo coletivo
é financiado pelo urro do capital.

#

*Viviane de Freitas é uma pessoa que escreve para sobreviver. Especializada em literatura pela PUC-SP, é formada em jornalismo e cursa mestrado em Divulgação Científica e Cultural na Unicamp. Tenta ser escritora no blog https://vivianedefreitas.wordpress.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s