AUMENTO NO PREÇO DAS PASSAGENS PASSA A VALER HOJE

São Caetano segue o mesmo reajuste que cidades maiores, apesar de ter a menor extensão territorial da região

AUMENTO NO PREÇO DAS PASSAGENS PASSA A VALER HOJE

A partir de hoje (06) entra em vigor o reajuste de tarifa no ABC, a passagem de ônibus e trem subiu de R$3 para R$3,50. As cidades da região seguiram o aumento do transporte da capital. Mas será que faz sentido para São Caetano cobrar a mesma tarifa que cidades maiores?

Territorialmente, São Caetano é a menor cidade do ABC, com 15,36 km2 de área urbana, logo os custos com transporte público deveriam ser menores. No entanto, aqui temos certamente uma das passagens mais caras do Brasil. Em relação a sua área, são quase R$0,23 por quilometro quadrado. Para se ter uma ideia, em São Bernardo o valor é menor que R$0,01 e em Santo André R$0,02.

Com um custo tão alto, o mínimo que poderia se esperar seria um transporte com qualidade, mas não é o que encontramos aqui. A frota é muito pequena, causando atrasos, longa espera nos pontos e lotação. Além disso, as linhas são distribuídas seguindo uma lógica de décadas atrás e possuem pouca integração com outros meios de transporte. O morador que trabalha em outra cidade e depende do ônibus municipal e do trem, por exemplo, passa a gastar R$14 por dia ou R$280 por mês, aproximadamente.

Depois das manifestações de 2013, o reajuste da passagem foi suspenso, mas agora temos o maior aumento dos últimos cinco anos. Para reduzir os protestos, foi anunciado o passe livre para estudantes, mas grande parte dos alunos não será beneficiada. Somente alunos da rede pública e estudantes carentes, que fazem parte de programas como o Prouni, terão direito a utilizar o transporte gratuitamente. O passe livre passa a valer no início do ano letivo.

Esse aumento na tarifa segue na contramão da mobilidade urbana. Com a péssima qualidade do transporte, preço alto da passagem e com a facilidade de compra de veículos, cada vez menos pessoas utilizam o transporte coletivo, agravando o problema do trânsito nas regiões metropolitanas.

Preços mais justos, horário certo para os ônibus e maior frota, conforto e integração com outros meios de transporte, tudo isso com linhas que atendem a necessidade atual de circulação das pessoas. A solução não é difícil e depende muito mais de planejamento e disposição política do que de grande investimentos.

Foto: Márcio Spósito

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s