A CAUSA DO TRÂNSITO: EM 10 ANOS FROTA DE VEÍCULOS CRESCEU 52% EM SÃO CAETANO E QUASE DOBROU NO ABC

Recente publicação da CBN faz um relato detalhado do panorama do transporte na região. A matéria mostra o contraste entre o crescimento do transporte coletivo e do individual, nos últimos 10 anos.

Segundo o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), em 2012, as sete cidades do ABC Paulista bateram a marca de 1 milhão 527 mil 290 carros. A média é de um veículo para duas pessoas que moram na região.

Esse número é 87% maior que a frota de veículos da região há 10 anos. Em 2002 os municípios somavam 816 mil 234 veículos. Ou seja, temos 710,6 mil automóveis a mais rodando nas ruas.

Em São Caetano, o número pulou de 86.503 em 2002, para 131.668 no ano passado. Um crescimento de 52%.

Já o transporte coletivo tem um crescimento tímido. Apensar de alguns avanços em Santo André e Mauá, faltam iniciativas para encorajar o transporte nesse setor, fundamental para o alívio do trânsito.

Para se ter uma ideia, um ônibus ocupa apenas 15 metros de comprimento e pode levar 101 pessoas sem superlotação. Considerando que os carros andam em média com 2 pessoas, seriam necessários 50 carros para transportar o mesmo número de passageiros. Esses carros ocupariam 217,5 metros de comprimento, contra meros 15 do ônibus.

“Não é de hoje que todos sabem que os transportes coletivos não beneficiam apenas os passageiros, mas toda a sociedade. Já que sem o transporte coletivo, os índices de poluição e congestionamentos, que já são altos e custam dinheiro e vidas, seriam maiores ainda”, afirma o jornalista Adamo Bazani, especialista em transporte.

A partir desses dados fica fácil perceber uma coisa: não podemos permitir um aumento da frota de carros e colocá-la para rodar em uma malha viária que é a mesma há praticamente 30 anos. Vai faltar espaço e teremos trânsito de sobra. Apensar dessa obviedade, parece que nossos governantes não tem a mesma visão.

Passou da hora de abrirmos um debate sério sobre o assunto e ter projetos que realmente mudem estruturalmente a matriz de transporte em nossa cidade e região.

Para além das promessas de campanha, precisamos investir pesado na modernização dos trajetos e no funcionamento dos ônibus (com GPS, horários certos, ônibus 24 horas, linhas inteligentes e corredores); na integração física e tarifárias dos meios de transporte (estacionamento nas estações de trem e bilhete único metropolitano); e no transporte alternativo (criação de faixas exclusivas para bicicleta, incentivos ao carro elétrico, programa carona solidária, dentre outros).

As soluções estão aí para serem usadas, e apesar de parecem ambiciosas, só dependem da vontade política dos nosso prefeitos.

Leiam a matéria completa da CBN: http://goo.gl/vt1tL

Foto: Eve Livesey

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s