CHEGA DE PAPEL NO CHÃO EM DIA DE VOTAÇÃO! ASSINE POR UMA CAMPANHA ELEITORAL SEM POLUIÇÃO!

Por Maíra L. P. e Thiago Cavallini

Eleição após eleição, todos os brasileiros se incomodaram muito com a quantidade de “santinhos” forrando as ruas próximas às seções eleitorais – reportagens, fotos e protestos nas redes sociais mostram isso.

Neste ano o problema foi mais grave. Vários cidadãos prestaram depoimentos de escorregões e quedas com machucados, devidos aos papéis no chão, que transformaram nossas ruas em uma grande embo

scada.Ainda assim, não pudemos ouvir o depoimento de uma senhora que sofreu a queda mais grave. Faleceu em decorrência das fraturas sofridas nas calçadas de Bauru (SP), dia 10 de outubro de 2012, a cidadã que escorregou na propaganda eleitoral.

Criam-se campanhas pela limpeza da cidade, educa-se o povo a reciclar, mas em época de autopromoção eleitoral, tudo é esquecido e permitido? Não!

Após o sucesso da iniciativa popular da Ficha Limpa, vamos continuar demonstrando nossa força e cidadania!

Não queremos toneladas (sim, toneladas!) de lixo eleitoral pelas ruas. Não é útil, não é ecológico, não é limpo, não é SEGURO!

Vamos demonstrar nossa insatisfação de maneira efetiva: ASSINE pela proibição legal expressa dessa prática de se jogar papel nas ruas em dia de eleições. Divulgue essa ideia!

ASSINE A PETIÇÃO AQUI:
http://www.avaaz.org/po/petition/Chega_de_papel_no_chao_em_dia_de_votacao/?fBTHScb&pv=5

Precisamos de 1,4 milhões de assinaturas para transformar essa reivindicação em Projeto de Lei Federal.

Confira abaixo o projeto de lei:

PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR

Proíbe expressamente a dispersão de papel e outros materiais nas ruas, às vésperas das eleições no País.

Art.1º – Fica expressamente proibida a prática popularmente conhecida como “forragem”, “aleluia” ou “bota-fora”, que consiste em jogar papel e/ou quaisquer outros materiais eleitorais nas ruas, na semana que antecede as eleições no País.

Art. 2º – O candidato, coligação ou partido que praticar a ação descrita no Art. 1º ficará sujeito à perda do registro de sua(s) candidatura(s) perante a Justiça Eleitoral.

Art. 3º A lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas disposições em contrário.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s