SCS está fora do ranking nacional de melhores escolas públicas

Nenhuma escola pública de São Caetano está entre as 20 melhores do Brasil nos anos iniciais do ensino fundamental, do 1º ao 5º ano, segundo dados divulgados nessa semana pelo MEC (Ministério da Educação). A cidade também não tem escolas classificadas entre as 30 melhores nos anos finais, do 6º ao 9º ano. São Caetano teve 16 escolas públicas avaliadas entre os dois ciclos de ensino.

A classificação tem como base a nota da educação brasileira pelo Ideb (Índice da Educação Básica) 2011.  O índice é realizado e divulgado a cada dois anos e avalia o nível de aprendizagem na rede pública por meio da Prova Brasil, levando em conta as taxas de aprovação dos estudantes e as médias dos testes realizados. As notas variam de zero a dez.

A mídia regional noticiou apenas o ranking regional, sem comparar as escolas do ABC com as instituições brasileiras melhor colocadas. Nesse cenário “recortado”, em que se encontram também algumas das piores escolas públicas do Estado, segundo o mesmo índice, é fácil São Caetano se sair bem. Santo André tem duas unidades entre as dez piores do Estado de São Paulo.

O fato de São Caetano ter a melhor escola pública da região (EMEF Alcina Dantas Feijão) não justifica a sua ausência na lista das melhores do Brasil. Essa boa colocação regional vai ser exaustivamente usada em propagandas da prefeitura, mas sabemos que não constar entre as melhores no ranking nacional é vergonhoso para uma cidade conhecida pelo maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do País.

Na educação, São Caetano não tem o destaque que poderia ter. Salas lotadas, falta de uma política pedagógica de formação humanista e privatização do sistema através da contratação de materiais apostilados fazem com que nossos alunos não atinjam seu máximo potencial e a cidade seja mal avaliada em índices nacionais. Vamos transformar a educação de São Caetano em modelo para outras cidades brasileiras, mostrando que educação pública de excelência é possível!

O que falta?  Mais investimento na qualidade do ensino e propostas arrojadas, como as que defendemos:

a) garantir a limitação do número de alunos por sala de aula;

b) democratizar e facilitar o acesso a bolsas de estudos a TODOS os que necessitam;

c) implantar a gestão democrática das escolas e valorizar os educadores com jornada e salários dignos, inclusive incorporando as bonificações aos salários e aposentadorias;

d) propor lei municipal que obriga a escolha de Diretores das escolas por concurso interno, estabelecendo critérios impessoais para a seleção, e valorizando a carreira pedagógica;

e) assegurar o transporte escolar gratuito para todos os alunos de São Caetano do Sul.

Veja as melhores escolas brasileiras no ranking do Ideb: http://goo.gl/SYXIp

Veja mais propostas para a educação em SCS: http://goo.gl/WjRhF

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s