Reforma na Fundação das Artes já!

Entre projetos gratuitos e pagos, a Fundação das Artes oferece aulas de música, dança, teatro e artes plásticas para aproximadamente 1,4 mil alunos. Porém, a infraestrutura precária tem atrapalhado o aprendizado dos estudantes, informa o jornal ABCD Maior.

A falta de acústica das salas de aula é apenas um dos problemas. “Imagina assistir a uma explicação sobre história da arte ao lado das aulas de trompete ou ouvir uma nota de um instrumento com o pessoal ensaiando peças teatrais. É quase impossível se concentrar”, explicou Sarah Galvano, aluna de artes dramáticas da instituição.

A falta de acessibilidade do prédio também é apontada como um problema de exclusão das pessoas portadoras de deficiência para especialização artística.  De acordo com os alunos, apesar de o edifício ter dois andares, há apenas uma rampa de acesso na entrada. “Dentro não há como um cadeirante se locomover. Os banheiros também não são adaptados”, criticou Sarah.

Para os alunos, a raiz do problema está no fato de o prédio ser antigo, da década de 1960, e não ter sido construído estruturalmente para abrigar uma escola de artes. Com o passar dos anos e o aumento do número de cursos e de estudantes, o espaço foi ficando cada vez mais limitado. “Em 2009, a Prefeitura nos prometeu reformar o espaço, mas estamos esperando essas obras até hoje”, cobrou Sarah.

No começo desse ano, a administração informou que as obras na Fundação não haviam sido “descartadas”, mas que poderiam ser realizadas em “etapas”. O que até agora não aconteceu. A verdade é que desde 2010 a gestão municipal vem seguidamente anunciando e descumprindo prazos. A prefeitura também cortou todo e qualquer diálogo com a classe artística a respeito do assunto.

Cansados e irritados diante da falta de investimentos no prédio da escola, os alunos decidiram se mobilizar e fazer um abaixo-assinado para exigir a reforma do edifício. A lista que pretende reunir 5 mil assinaturas será entregue no dia 20 de outubro na Câmara Municipal. Os interessados em apoiar a causa podem assinar o manifesto aqui.

O C do ABC apóia essa e outras causas em prol da Cultura em São Caetano. Revolta ver coisas boas sendo sucateadas, abandonadas, e mais ainda, é uma questão de valores, do que se dá importância ou não. Este assunto, inclusive, me diz respeito diretamente. Fui aluno da Fundação das Artes entre 2000 e 2004. Desde aquela época, a escola já enfrentava problemas de infraestrutura.  A Fundação das Artes é uma escola referência em teatro e música, e muito boa em artes plásticas e dança, mas não conta com o apoio devido do poder publico (é uma escola da prefeitura, subordinada diretamente a secretaria de educação com o diretor indicado pelo prefeito!).

Já falamos aqui e reafirmamos que a cidade precisa de uma política cultural de manutenção preventiva, reestruturação e cuidado com as instalações já existentes. Mas não só isso. São Caetano tem muitas produções artísticas locais, o que demanda a expansão da programação cultural como forma de expor essas criações. Como a demanda cresce com novos artistas formados a cada ano, a política cultural deve incluir também a criação de novos centros de produção artística como forma de estimular e divulgar a criação local.

Nos próximos dias, o C do ABC vai mostrar como a prefeitura (não) trata bons projetos nessa área propostos por moradores da cidade. Acompanhe!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s