Crimes na divisa de São Caetano preocupam motoristas

O problema é antigo e todos os anos a ladainha é a mesma: as prefeituras de São Caetano e São Paulo prometem melhorar a segurança na divisa entre as cidades, onde encontra-se o bairro de Heliópolis e a maior favela da capital, mas não realizam medidas eficazes, só paliativas. Também arranjam desculpas como a “complexidade” da situação por envolver diferentes prefeituras. Gente, o que falta aí é vontade política! Falta envolver as polícias civil e militar em ações conjuntas. Muito se fala da necessidade de integração entre as duas polícias, mas pouco se faz. Se as estratégias usadas até hoje não funcionam como deveriam, é preciso repensá-las.

O jornal Diário do Grande ABC noticiou hoje (07) que a criminalidade na divisa entre a Capital e São Caetano tem preocupado moradores e trabalhadores que utilizam a Avenida Almirante Delamare. Segundo moradores do entorno, são comuns os ataques de criminosos a motoristas, principalmente no horário de pico, quando o trânsito na via é congestionado.

A PM afirmou ao jornal que desde fevereiro são feitas rondas com motocicletas para inibir a ação de criminosos. “Isso fez reduzir a criminalidade de fevereiro para cá.”, diz o comandante do 95º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Eduardo Agrella.

No entanto, os dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) vão na contramão do que diz Agrella. As estatísticas oficiais revelam entre fevereiro e março, furtos e roubos em geral tiveram alta de 17,1%, enquanto furtos e roubos de veículo subiram 25,2%.

Na comparação entre o primeiro trimestre deste ano com o mesmo período do ano anterior, a atividade criminal na região também teve alta. Furtos e roubos, por exemplo, passaram de 584 para 670 casos – aumento de 14,7%. Já os furtos e roubos de veículos foram de 264 para 348 ocorrências, o que representa aumento de 31,8%. Os dados contabilizam os crimes registrados no 95º DP (Heliópolis).

Moradores do bairro do Heliópolis, na Capital, próximo à divisa com São Caetano, reclamam da falta de policiamento ostensivo no entorno da Avenida Almirante Delamare. “Aqui, depois das 20h, ninguém tem coragem de ficar sozinho no ponto de ônibus. O pessoal rouba mesmo”, relata o jornaleiro Sebastião da Costa Lima, 40 anos.

O chapeiro Salviano Ferreira de Brito, 61, diz já ter visto arrastões nos veículos quando a avenida está parada. “Eles passam roubando, não tem nem como se defender. E o pior é que isso ocorre a poucos quilômetros do quartel.”

Na opinião da comerciante Joana D’Arc de Souza, 35, a polícia só vai ao bairro para fechar bares com música alta. “Prender ladrão ninguém prende. Mas para impedir nosso trabalho, eles vêm na mesma hora.”

A equipe do DGABC esteve no bairro na semana passada e não viu unidades da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas), conforme prometido pelo 36º batalhão da Polícia Militar. Somente foi vista viatura parada em frente ao AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Luiz Roberto Barradas Barata.

Base móvel da polícia militar em frente ao AME de Heliópolis

Anúncios

84 Respostas para “Crimes na divisa de São Caetano preocupam motoristas

  1. Eu mesma já vi muitos roubos e assaltos nessa região. Conheço muitas pessoas que fazem caminhos maiores para voltar para casa, mas se recusam a passam nesse lugar. Parabéns pelo texto Thiago, realmente falta vontade política para resolver a situação.

    Catherine Almeida

    • Obrigado, Catherine!

      Eu também conheço várias pessoas que foram assaltadas ou viram assaltos lá. E não é só a gente. A notícia repercutiu muito no facebook, o que mostra que as pessoas conhecem o problema e estão indignadas.

      Por aqui vamos continuar publicando, instigando, provocando, reclamando, sugerindo e abrindo espaço para as pessoas falarem. Quanto mais alto nós gritamos (e quanto mais pessoas gritarem), mais o poder público se move.

    • é isso mesmo, falta vontade política e de atuação. Na sexta passada eu e dois amigos estávamos no carro sobre a ponte que dá acesso a delamare e fomos vergonhosamente assaltados… cadê os policiais? vergonha, só isso nos resta, vergonha pela falta de comprometimento e atuação dessa policia medíocre!

      • Fernando, realmente um absurdo. O mais estranho é que a administração afirma que os crimes caíram na região… Será mesmo?

        Você conhece o CONSEG (Conselho de Segurança)? Ele reúne o Comandante da PM, da GCM, o representante da Secretaria de Segurança de SCS e um da Polícia Civil. As reuniões são mensais em bairros alternados. Acho interessante você ir lá e colocar sua questão! Vou confirmar a data da reunião de outubro e te envio.

        Abraços.

    • Thiago, fui assaltada saindo da Delamare bem embaixo da ponte na chegada do Heliópolis no último dia 30, às 18h30m. O Brasil fazendo bonito no futebol e eu na mira de um cano prateado e reluzente. Estou muito chateada, revoltada, amargurada… gostaria de fazer alguma coisa para melhorar minha sensação de impotência, fragilidade, vulnerabilidade… enfim, pensei em entrar com uma ação contra o Estado, a fim de liberar toda a minha raiva na inicial. Sou advogada e se porventura, puder me dar um caminho para contribuir com a melhora da nossa segurança pública, agradeceria….

      • Thiago

        Vi o comentário da Caterine de que há pessoas mudando caminho para não passar mais pela Delamare e esse é meu caso, pois para ir de S.Caetano para SP vou por Sao João Climaco e para voltar, saio pela Ricardo Jafet indo até a Nazaré para pegar a Av. Do Estado.
        Cansado de tudo isso, resolvi mudar agora não só de caminho, mas de emprego, voltando para o ABC, abrindo mão de algumas situações de carreira para ter mais segurança e qualidade de vida.
        Se o estado não cuida de seus cidadãos, então ê cada um por si, buscando a auto preservação.

        Valter de Carvalho
        Enviado via iPhone

  2. O que falta é vergonha na cara desses póliticos safados e interessados somente nos votos para mantê-los nos seus pomposos cargos regados à gordos salários e propinas…..

  3. eu fui assaltado no final da Presidente Wilson já na entrada de São Caetano, há cerca de 1 mês. Aproximadamente a 300 metros há uma base móvel da Polícia Militar, ao parar para comunicar que fui assaltado naquele local a resposta do policial foi a seguinte com um pequeno sorriso: É, todo mundo é assaltado ali…”
    Um tremendo absurdo contar com o apoio de pessoas como essas… além de que fui egistrar o boletim da delegacia da Polícia Civil na avenida Goiás e não foi possível, já que a alegação do escrevente era que não tinha tonner na impressora.

    Onde vamos parar???

      • Eu fui assaltado hoje (14/01/13) por volta das 17:30, em plena luz do dia, por dois indivíduos armados. Graças a Deus estamos bem!

        O ABSURDO foi de fato ter encontrado uma base da PM a poucos metros dali e ao relatar o incidente a resposta ter sido a mesma: “Ali é muito perigoso mesmo, todos os dias alguém é assaltado lá”. Mas e ai, onde estão as autoridades, sabem do fato e se omitem??? Pais de merda onde os bandidos possuem mais direitos que nós, pessoas de bem.

    • hahhahah! DOIS ANOS DEPOIS! dois anos! e a alegação na Goiás pra não fazerem meu B.O. (com carro baleado e tudo pra perícia, pq tomei tiro na Almirante Delamare) foi que caiu o sistema!!!! quer dizer… ou acaba tonner ou cai o sistema… isso tem nome, é crime e se chama prevaricação. meu sogro (advogado) tá tão puto com as recusas baratas dos DPs de Sto André e São Caetano em fazer B.O. que está querendo elaborar petições pros superiores deles! Eu que tô impedindo pq não quero inimigo dentro da polícia, cruz credo! E depois vem Secretário de Segurança cara de pau reclamar q a população não faz B.O.! oi?????

  4. Já presenciei 2 assaltos a mão armada na almirante delamare, isso passando rapidamente de carro… imagina se eu ficasse parado ali observando…
    Aquela avenida é um verdadeiro alçapão dos ladrões para roubos em geral.
    Lamentável o poder publico fazer vista grossa a esse problema que já é “jurássico”.
    Parabéns pela reportagem.

  5. Eu realmente não passo mais por lá! Dou a volta no planeta para voltar pra casa, mas prefiro. Em uma semana meu pai foi assaltado duas vezes e eu vi um assalto horrível na minha frente. Fico indignada, com a falta de interesse em resolver tal questão.

    • Adriana, realmente o problema é enorme.
      Só agora, com tanta gente falando sobre isso, que podemos ver que o número absurdo de pessoas afetadas. Todo mundo já viu/sofreu assalto lá, ou conhece alguém próximo nessa situação.
      Quem sabe esse barulho todo não mova as autoridades. Afinal, quando o povo se une em torno de uma causa, ele tem um poder que nem imagina que possui.

  6. É verdade, é um pedaço muito ruim de transitar a noite, a questão é: Não existe Limite da Cidade de São Paulo ou Limite da Cidade de São Caetano. De onde é o CEP? Que municipio se encontra este lugar? Well. São Caetano? São Paulo? Cada um pegue sua fatia que lhe diz respeito. Acho engraçado as pessoas chegarem na UBS e ao ser perguntado onde mora, respondem prontamente: São Paulo, divisa com São Caetano, como se ao morar na divisa lhe autorizasse a ser atendido no determinado municipio. O mesmo vale para a reportagem. De que lugar estamos falando?? De que cidade??

  7. Pessoal,infelizmente tudo o que acontece de errado hoje em dia é normal,os políticos só tem cabeça para pensar em como nos roubar mais.isso é Brasillllllllllllll”……

  8. Fui assaltado no final de março na Delamare com a Guido Aliberti, os bandidos pararam o carro na curva onde não há semáforo e vieram fazendo arrastão nos carros que pararam atrás, como o meu. Após o assalto continuei na Guido Aliberti, pois eu sabia que havia uma base da GCM próximo a Rua São Paulo, para a minha surpresa os assaltantes estavam do meu lado assaltando outro veículo (Corolla Preto) na frente da base da GCM. Na base da GCM estava um Agile da GCM estacionado, sem nenhum guarda próximo.

    • Tentei fazer o B.O. na Delegacia da Av. Goiás e a impressora também estava sem tonner, estranho outra pessoa ter feito o mesmo comentário acima.

      • Dizem por aí que o prefeito, Auricchio não deixa que se faça B.O. em São caetano pra não aparecer na estatística e manter a “imagem” da cidade. Pode isso???

      • São Caetano não faz BO para não subir as estatisticas, fato! Um BO deora mais de 4 hs para ser lavrado, isso quando não dão a desculpa do tonner… essa é velha hein!

  9. Parabéns pela reportagem! Precisamos que sejam escritos artigos proporcionalmente ao volume de assaltos e arrastões que ocorrerem na região mencionada… Com certeza, no mínimo um texto correspondente teríamos ao dia!
    Em menos de um ano, minha filha foi assaltada em dois arrastões na Av. Dellamare, vindo para São Caetano. Além disso, em outubro passado, num domingo às 19 hs, num semáforo próximo ao Hospital Heliópolis, nosso carro foi abordado por 2 bandidos agressivos e armados. Rapidamente, mais 4 indivíduos se juntaram aos outros. Fizeram verdadeiro terrorismo nos ameaçando com a arma na cabeça, gritando; tiraram-nos do veículo após nos roubarem tudo que puderam. Saíram em disparada com nosso carro e diversos pertences e documentos.
    Foi uma situação horrível…indescritível! Eu, meu marido e meus filhos corremos até a delegacia do bairro que fica a 2 quadras do local em fomos assaltados (local onde eles se escondem atrás de caminhões de feira, o que é de conhecimento de todos ali). Não pudemos fazer o BO no dia, já que aos domingos naquele horário não tem delegado, nem escrivão.
    Vizinhos e conhecidos também já foram assaltados ou viram algum episódio nesse local… pre visível, não é?
    Se nada é feito, pelo menos podemos ler, escrever, trocar dicas de como tentar escapar desse tipo de assalto, ou de com o reagir se formos abordados ali. Contamos com Deus e com a prórpia sorte…
    Continue nos informando a respeito, Thiago. Bom trabalho!

    • Obrigado, Rozana.
      Como já disse outras vezes, o debate, a troca de experiências, informações e ideias é parte importante da resolução de nossos problemas.
      Justamente por acreditar que temos poucas oportunidade para praticar isso tudo – pelo menos de forma mais organizada – que idealizei o “C” do ABC.
      Continue com a gente!

  10. O pior é que em todas as entradas de SCS temos assaltos. Estamos sem opção para retornar pra casa. Acima vimos relatos de problemas pela Delamari, pela Presidente Wilson, pela São Paulo. Eu já vi assalto pela Estrada das Lágrimas e outro dia noticiaram um pelo Rudge Ramos (onde tentaram assantar um policial que não estava fardado). Temos que vir pra SP pois a orferta de empregos em SCS não atende, e na hora de voltar pra casa além do trânsito absurdo temos os assaltos. Caos total !!!

  11. Não apenas nos entorno de São Caetano, nas cidades ajacentes permanece o problema, pois na avenida Lions ocorre diversos assalto mesmo tendo uma base da pm a poucos metros. Absurdo²

  12. Thiago, ja temos uma pagina no facebook para retratar todos esses problemas e tornar publico o que o prefeito parece fazer vista grossa? Mostrar a realidade a todos, porque acredito que se ficarmos aqui dificilmente chegaremos a ser ouvidos. Parabens pela reportagem.

    • Olá, Debora!

      Obrigado pelos elogios. Um dos objetivos do C do ABC é realmente mostrar um outro lado de São Caetano e da região, um lado que muitas vezes tentam esconder da gente. Ao mesmo tempo também sugerir mudanças e melhorias, porque acredito que para tudo existe uma solução.

      Temos sim uma página no facebook: http://www.facebook.com/ocdoabc . Curta, compartilhe as reportagens e contribua nesse trabalho de conscientização!

  13. Na minha opinião, além me melhorar o policiamento, teria de ser construída uma via expressa, sem faróis onde melhoraríamos o fluxo de veículos e impossibilitaríamos que as pessoas trafegassem no meio da rua, à pé. São Caetano tem muito poucas entradas e em horários de pico é praticamente impossível não ficar parado no trânsito, o que facilita a ação de marginais como esses.

  14. Excelente matéria. Conheço tres pessoas que, em diferentes dias, foram assaltados na rua que é mostrada na foto, onde no final, tem uma lombada que obriga as pessoas a diminuirem a velocidade, é nessa hora que os bandidos atacam. Cadê as providencias?

    • Obrigado, Oswaldo. Continue nos seguindo!

      Realmente muito se comenta sobre esse trajeto, o número de pessoas reclamando é absurdo.

      Alguns dizem que essa questão não é problema de São Caetano porque que o local está em São Paulo e não é responsabilidade da nossa prefeitura resolver isso. Será?

      Bem, primeiro que os prefeitos podem conversar (e conversam quando interessa politicamente) e segundo que a polícia militar é estadual.

      Ora, um prefeito que apoia declaradamente o governador eleito durante a campanha, não tem nenhum tipo de afinidade política com ele? Não pode fazer pressão política para que se resolva esse problema? Reivindicar publicamente uma solução? Fazer um plano conjunto entre a PM, Polícia Civil, GCM de São Caetano (aí sim com restrição territorial) e Guarda Civil de São Paulo?

      Então reafirmo que a Av. Delamare É um problema de São Caetano. Quem sofre com essa violência somos nós e o poder público é inoperante para resolvê-lo.

  15. Parabéns Thiago por abordar um assunto tão complicado que muitos preferem se calarem por tão delicado que é falar da violência urbana. Não passo muito pela Delamare em horário de pico mas, mais tarde todos os dias levo minha filha até a Estação Tamanduateí para trabalhar já que ela trabalha a noite, não se pode admitir que as autoridades publicas dos municípios de SCS e SP sejam tão omissas com os seus moradores, e vou mais longe, moradores de SBC e Santo André também são afetados com esse descaso visto que se trata de um corredor de acesso da capital aos municípios vizinhos, mas é claro que os moradores de SCS são os mais atingidos. A situação no final da Avenida Presidente Wilson é terrível temos que enfrentar a espera de um semáforo em meio a uma quase total escuridão com uma passagem de pedestres naquela ponte que serve de esconderijo para os marginais. é preciso melhorar em muito a iluminação por lá e também colocar policiamento motorizado (motos ou viaturas) assim como na Delamare que a situação é mais critica devido a maior densidade de tráfego. Vou deixar uma sugestão podemos criar aqui uma comissão de moradores e marcarmos uma audiência com o Sr Moacir Rodrigues que acho que ainda seja o secretário de segurança do Município de SCS e também com o comandante Castropil que acredito também que seja ainda o comandante da PM em SCS.
    é preciso agir,
    Estou a disposição

    Serachiani

  16. Fui assaltada três vezes em um intervalo de um ano na Delamare. Não faço mais o referido caminho. No final do ano passado sofri uma tentativa de assalto numa das ruas de acesso à Av. Pres. Wilson. Realmente não há mais caminho para se seguir para adentrar em São Caetano, mas Delamare, não pego nunca mais!

  17. Excelente!!! Acho que esta é uma forma de tornar esses casos públicos, já que nada é feito.
    Gostaria de comentar que na semana em horários de pico qdo passo pela Delamare ainda vejo policiamento, porem nos finais de semana cada um que fique a sua sorte. Ja presenciei dois assaltos e acho que não fui vitima por sempre estar muito atenta, pois no ultimo tive que simplesmente fazer uma curva proibida para não ser a próxima vitima.
    Gostaria so de saber se aos finais de semana não ocorrem assaltos, será que só ocorrem de segunda a sexta em horário comercial?????

  18. Excelente! Precisamos continuar reforçando a falta de segurança nesta região. Minha esposa foi assaltada na segunda-feira, dia 11/06/2012, por volta das 19h30, por três indivíduos armados. Se aproveitaram do trânsito no local e a abordaram de forma agressiva, com ameças e atirar, em resumo um terror. Vamos continuar reclamando e sempre fazendo os boletins de ocorrência para que seja documentado cada caso na região, pois esta é uma forma concreta de criarmos dados para que seja provada a falta de segurança na região.

  19. Mais um relato de assalto na Delamare (proximo a entrada da Tancredo Neves) ontem dia 05/08/2012 de um amigo!!
    Situação terrível para moradores de SCS!! Não vejo nenhum policiamento no local!!

  20. Não é possível fazermos algum tipo de abaixo assinado para perdir um melhor policiamento?
    Acredito que teriamos várias assinaturas de SCS e região.

  21. Acabei de presenciar hoje as 6:30 da manha ter marginais armados com pistola tentando invadir dois carros entre eles um KIA sorento preto tive que dar ré e tentar esconder atras de um onibus, acredito os marginais batiam no vidro do carro com arma em punho

    • Pois é, Mauro. O pior é ter que ouvir do representante da prefeitura, no Conselho Municipal de Segurança, que eu deveria “provar” para ele esses tipos de ocorrência… Está aí, todos são vítimas ou já presenciaram crimes ali naquela região.

  22. fui assaltado na estrada das lagrimas com alencar de araripe 7;30 da noite por dois muleques de moto preta.me levaram meu relogio minha carteira e minha aliança de casamento. isto e uma vergonha.

  23. Não existe horário para assaltos na Av.Delamare, hoje por volta das 7:00 da manhã sentindo São Paulo (mais precisamente último farol antes da ponte) um moleque chegou para nos assaltar. Graças a Deus ele não conseguiu pois conseguimos sair com o carro.

    • Leda, estamos vivendo um novo pico de assaltos na área, já é o segundo caso só no dia 26 que me enviaram.

      Foi feito o B.O.? É importante para que se criem estatísticas a respeito e a polícia seja compelida a cuidar da questão.

      Um abraço!

  24. Hoje, 30 de setembro, presenciei um assalto a mao armada na delamare. Hoje, domingo, ao meio dia, acreditam….o veiculo que estava na minha frente foi parado por tres individuos armados que pularam na frente do veiculo com as armas apontadas pro carro. Gracas a deus percebi a açao antes de sair da delamare e entrar em direçao ao heliopolis. Nunca mais na minha vida passarei por este local. Moro em são paulo e meus familiares em são caetano. A falta de segurança nos separam cada vez mais de nossas familias.

    • Alex, os assaltos nessa área estão sofrendo um pico, desde a semana passada. Estou evitando passar pela região nesses dias. Nas próximas semanas temos reunião do Conselho de Segurança e vou enfatizar essa questão para o comando da PM, da Polícia Civil e para o representante da Secretaria de Segurança aqui de SCS.

  25. Boa tarde. Ontem por volta das 14:48 minutos estava retornando para São Caetano com minha família. Saímos da Tancredo Neves e pegamos o acesso para São Caetano via Heliópolis. Íamos passar justamente neste acesso da foto acima (que aparece na foto com fitas de restrição de área). Quando o carro preto que estava na nossa frente foi abordado por 2 homens (foi o que consegui ver) Um deles saltou na frente do veículo apontando uma arma (não conseguiria identificar nem se quisesse) segurada pelas duas mãos e um outro saiu da direita (tem um canteiro baixo por ali) e já se encaminhou para a porta do passageiro (tudo em questão de segundos. Olhei pelo retrovisor e vi que o carro que vinha estava distante o suficiente para que pudesse engatar uma ré e entrasse na via Juntas Provisórias. Tremi muito. Ligamos imediatamente para a polícia (tem um DP na área e próximo uns 100 metros do local do crime). Espero que nada tenha acontecido com as pessoas que estavam no veículo. Infelizmente não dá pra ser solidário quando se tem crianças no veículo e os bandidos estão armados e não sabemos quantos realmente estavam participando da ocorrência. Hoje fico pensando… se antes das 15 horas a coisa está assim, num Domingo…. imagina mais tarde e em outros dias da semana. Vamos ficar ilhados no ABC?? Não podemos mais participar de cursos, laser ligados a capital do Estado?? Senhores pedem nossos votos e não tomam providências para proteger seus eleitores??? Que diabos?? Estou com medo e me sentindo refém deste descaso institucionalizado…..

  26. Ontém fomos vítima de uma tentativa de assalto no local da foto acima. Um bandido surgiu em frente ao carro apontando a arma para nós. Meu marido acelerou, enquanto me virei para puxar meu filho de 2 anos que estava na cadeirinha no banco de trás, para baixo. Um horror! E isso num domingo, às 11:30 da manhã. Ao ligar para o 190, o policial, quase em tom grosseiro, insistia em pedir o nome da rua para poder registrar a ocorrência no sistema. Passei um presta atenção nele, afinal, não é novidade nenhuma essa situação e a PM deveria estar ali. Foi péssimo. Não passaremos mais por lá. Ainda estou com a cena na cabeça. Era meu aniversário, nasci denovo.

  27. Nada muda, um amigo relatou mais um arrastão na manhã de hoje. É brincadeira, evitar passar nessa avenida somente resolve o MEU problema.

    • Realmente nada muda, hoje as 07h40 (da manhã) presenciei um assalto em dos faróis na Delamare, são praticamente crianças e uma viatura da policia passando no local, creio que não deu tempo para pegar esses marginais. Infelizmente quem mora em SCS deve ir por outro caminho, mais longo, mas outro caminho.

  28. Eu fui assaltado hoje (17/01/13) por volta das 7:10, em plena luz do dia Foi um arrastão com 7 ou 8 meninos, todos armados. Graças a Deus estamos bem!

    Foi imprescindível a denúncia no 190 de pessoas anônimas que estavam paradas no trânsito visualizando o ocorrido. Quando chegamos na delegacia já haviam policiais fazendo perseguição ao carro onde conseguiram pegar 3 bandidos e recuperar todos os nossos pertences.

    Graças a Deus a policia fez um excelente trabalho, mesmo assim eles afirmaram que isso é frequente lá e não tem muito o que ser feito. Muitos bandidos pra poucos policias na área. E o melhor a ser feito é evitar aquela região.

    O que decepciona é saber que mesmo após ter ficado o dia todo dando depoimentos, 2 eram menores de idade e mesmo com o flagrante ficaram no máximo 3 meses na fundação casa, até completarem 18 anos e voltarem as ruas pra praticar os mesmos delitos. Esses bandidos possuem mais direitos que nós, pessoas de bem

    EU ME SINTO “FUGITIVA” DE BANDIDOS. Até quando?

  29. Eu já vi varios assaltos na Delamare e liguei para 190, pois passo todo dia por lá. Agora a minha filha foi assaltada a 20 mts da delegacia as 17:30 do dia 18/01/13, onde roubaram a bolsa com DOC, CNH, DIN. tudo e ao mesmo tempo outro carro estava sendo assaltado a frente. A Policia está encarando esta situação como normal e nem BO querem mais fazer. Vou ligar para ouvidoria da segurança publica e falar um monte. É o que todos deveriam fazer até que se tomem providências, pois estamos ficando isolados no ABC e temos direito de ir e vir com segurança e não só colocar viaturas passeando pra baixo e pra cima para assustar os bandidos que hoje devem estar debochando dos PM, que vergonha.

  30. Thiago, parabéns pela matéria.
    Meu noivo e eu vimos um apartamento em um preço bom pra nós, na Estrada das Lágrimas, bem colado ao CDHU. Antes da compra falei que gostaria de ver como o bairro era a noite, já que venderemos o carro e passaremos a utilizar o metrô, que está a 5 min dali, mas teríamos que utilizar a passarela. Passamos por lá nesse final de semana e confesso que fiquei com medo e estranhei não ver movimentação de pessoas a noite. Ele que saiu procurando sobre o lugar e achou sua reportagem e todos esses coemtnários, relatos, que nos ajudaram a DESISTIR de comprar lá e passar pela situação que as pessoas acima estão relatando. Isso porque achamos que faríamos um bom negócio e economizaríamos.
    É realmente vergonhosa a ação da polícia e dos nossos governantes!
    Obrigada a todos.

  31. Fui assaltado ontem na Guido Aliberti em plena luz do dia, por dois indivíduos em um motocicleta, isso só vem para reforçar que nada foi feito na região. Ainda tive de ouvir dos GCMs de São Caetano que eles viram os assaltantes sem capacete e furando o semáforo, mas não fizeram nada porque eles estavam para o lado de São Paulo, que a região é muito perigosa e que eu devia evitar. É uma vergonha a nossa “segurança” pública.

  32. Hoje as 6h15 da manhã fui vítima de tentativa de assalto ali na Almirante Delamare, no 1o. farol sentido São Caetano -São Paulo. 3 indíviduos armados usando de muita violência, sairam daquela ruazinha e atacaram um outro carro e depois a mim. Há dois anos fui assaltado a noite, sentido São Paulo-S.Caetano, próximo a uma viatura da polícia. Vários conhecidos já passaram por isso. Hoje parei no posto policial apenas para desabafar, pois sei que nada acontece e eles me perguntaram se foi no 1o. farol, ou seja, todos sabem onde as coisas acontecem e ninguém faz absolutamente nada!!! Já mudei de caminho a noite e agora terei que mudar de dia. Ou terei que sair de S.Caetano. Isso é absurdo!!! Quando alguém fará algo??? Estou disposto a iniciar campanha “Chega de assaltos em Heliópolis”. Temos que nos unir. Vamos usar esse fórum excelentemente criado pelo Thiago e quem sabe juntos conseguimos algo.

  33. Obrigado a todos pelos comentários. Esse sem dúvida é uma das matérias que mais geraram repercussão na história do blog, o que mostra a gravidade da situação.

    Sou a favor de construirmos um movimento para pressionar autoridades municipais (São Caetano e São Paulo) e estadual para uma solução efetiva do problema.

    Um dos caminhos é a reunião do CONSEG (Conselho de Segurança) municipal, que ocorre no início do mês. Devo fazer uma matéria assim que souber a data e local. Vou imprimir todos os comentários e levar em forma de documento. Quem puder participar também deve ir e dar seu depoimento.

  34. Tb fui quase assaltada na Guido Aliberti sábado (02/02) 20:00. Sorte que percebemos que era um assalto e avançamos no sinal antes da abordagem. Vieram em duas motos, uma do lado do motorista e a outra ia fechando o carro pela frente.

    Procuramos um posto policial para tentar evitar que outras pessoas fossem assaltadas, e ouvimos a mesma coisa que o Carlos do comentário acima: não podiam fazer nada, pq ocorreu no lado de São Paulo e que há 5 minutos outro carro tinha parado para reclamar de outro assalto. Argumentaram que já tinham passado um rádio para a polícia de SP para “fazer o preventivo”.

    Vendo a quantidade de assaltos e reclamações só nesse post, o preventivo já deveria ser executado todos os dias!

    No caminho de volta,tivemos que mudar o trajeto e escolher um caminho mais longo, porém mais seguro. Triste e tb revoltante saber que a solução é “evitar a região” e mesmo assim não ver nenhuma viatura de polícia na avenida mal iluminada.

  35. Hoje, 20h30 da noite, tudo parado na Tancredo devido a forte chuva da tarde, próximo do acesso ao Heliópolis aconteceu um arrastão com diversos meliantes mirins armados. eu vi uns 4 carros serem assaltados. A polícia? Estava após o acesso, até eles tem medo de agir.
    Engraçado que perto da ponte diversos moradores da favela observando o circo de assaltos promovido pelos meliantes.
    Não dá mais para morar em SCS e trabalhar em São Paulo, este trecho é terra de ninguém.

  36. Domingo, 03/03/2013, as 16:30, fomos assaltados na Almirante Dellamari, neste mesmo farol que várias pessoas relataram acima… Estávamos eu, meu esposo e meu bebê de 1 ano e 5 meses…. 2 indivíduos armados abordaram o carro e com as armas na nossa cabeça pediram pra que saíssemos do carro… Na hora a minha única reaçao foi pedir pelo amor de Deus pois meu filho estava dormindo no banco de trás, eles roubaram tudo que podiam e juntamente com mais 4 individuos se evadiram do local…
    Procuramos o 95Dp, que nos informou com bastante descaso que não poderiam fazer nada, nem um B.O…….
    Estou muito traumatizada, não consigo dormir direito, nao esqueço aquele espisódio…..
    Estou pensando em procurar a corregedoria da Polícia….
    Thiago, vc nao pode levar esse caso para a Tv, tipo Fantástico, Datena???? Quem sabe mostrando a polícia toma alguma atitude?????
    Obrigada…………

  37. Thiago,

    Conte comigo no que eu puder ajudar para colocarmos isso na mídia, pois a situação já passou dos limites. Só posso acreditar que há conivência dos policiais que deveriam patrulhar a área, não é possível acreditar que todos os dias o mesmo episódio ocorre e as autoridades não fazem nada.

    • VPG, obrigado pelo apoio e pelo comentário.

      Estou convencido que o problema é o próprio modelo de segurança pública que o estado propõe para o local. A não ser que coloquem um policial a cada 200 metros, o problema persistirá.

      A política de segurança, aliada ao abandono social do Heliópolis, geraram essa “cultura do assalto”. É necessário mais segurança, mas também políticas públicas sociais para o local. Se não, corre-se o risco de tapar o sol com a peneira e “enxugar gelo”: a cada criminoso preso, existe um para assumir sua posição.

      Um abraço.

  38. PORQUE NÃO FAZEM UMA OPERAÇÃO SURPRESA DE MADRUGADA, IGUAL AS FEITAS NO “MORRO DO ALEMÃO” E DEMAIS MORROS DO RIO, COM PRESENÇA DE TODAS AS FORÇAS DE SEGURANÇA POSSÍVEIS, FALTA O QUE?, AFINAL ESTE NÃO É O ESTADO MAIS RICO DA UNIÃO E TAL, A CIDADE MAIS IMPORTANTE DA AMÉRICA DO SUL, E O PIOR O HOSPITAL HELIÓPOLIS, É OU ERA REFERÊNCIA EM VÁRIAS ÁREAS DA MEDICINA, É IMPRESSIONANTE A FALTA DE VERGONHA NA CARA DOS RESPONSÁVEIS PELO SETOR,É ISSO.

  39. Este assaltos que estão ocorrendo são para patrocinar o Baile Funk que ocorrem as Sexta, Sabados e Domingos durante a madrugada que são regados de Drogas, Carros com Sons Potentes, Violencias, Pertubação do Sono e infelizmente estamos reféns desta Marginalidade e a nossa Segurança por enquanto não faz nada. Isto é só o começo.

  40. Companheiros vítimas da violência. Me sinto um idiota de ter mudado de caminho, percorrendo um trecho muito mais longo para fugir de assaltos, mas sei que por conta de tantas reclamações na mídia, o comando da polícia colocou um pouco mais de policiais em alguns horários, enquanto em outros, quem passa por lá permanece à própria sorte. Como em alguns horários há policiais, os bandidos estão agora assaltando na estação Tamanduateí do metrô, que não fica tão longe de lá. Ou seja, estamos sem saída, cada dia mais cercados pelos bandidos. Enquanto não tivermos uma mudança drática nas leis, continuaremos assim. Os “de menor” fazem o que querem, têm direito de matar, assaltar, incendiar pessoas e nada acontece. A polícia prende e rapidamente eles estão nas ruas. É necessário haver uma mobilização pela mudança do código penal! Se fosse um time de futebol indo para o Japão, milhares de pessoas sairiam às ruas, mas será que temos esse mesmo poder de mobilização pela nossa segurança e de nossos familiares? Que futuro temos nesse país?

  41. Hoje não havia policiamento na entrada da Av. Dellamare, a viatura não estava lá..Presenciei um assalto..saquearm um fiorino branco. Só havia uma viatura na AME….Nada de policiamento ostensivo..CUIDADO

  42. No dia 14/05/2013 presenciei um assalto a mao armada no final da Presidente Wilson já na entrada de São Caetano, cade a policia!!!

  43. Corrigindo a data foi 14/06/2013 semana passada!
    Presenciei um assalto a mao armada no final da Presidente Wilson já na entrada de São Caetano, cade a policia!!!

  44. sou gcm de sao caetano do sul, afirmo que é muito dificil pegar tais assaltantes, roubam sempre na divisa de municipio e cai pra sao paulo e infelizmente a guarda nao pode ultrapassar seus limites, informo que patrulhamos as 12horas do plantao, mas basta sair da divisa um pouquinho q roubam é preciso integracao, mas infelizmente sou apenas um grao de areia neste vasto oceano!!! e tenho que acatar ordens… mas a populacao tem que pressionar!!!!!!

  45. Sei que o assunto é antigo mas a coisa é pior do que se pode imaginar. Ontem (26/01/2014) as 12:00 (isso mesmo, MEIO DIA) com um baita SOL de rachar, vindo pela Anchieta e peguei o acesso a Juntas Provisórias, tinha bastante veículo por ali e um monte de gente na “comunidade” (se falar outra coisa podemos até ser processados hoje em dia) olhando sentido ao semáforo. Imaginei que podia ser atropelamento né.. afinal era MEIO DIA.. Que nada… bandidagem fazendo arrastão.. No mínimo uns 8 delinquentes.. uma vergonha… no que eu pude presenciar estavam roubando uma Frontier (coitados)… Mas pelo tanto de vagabundo com certeza devem ter roubado mais carros…

    Tive que me contentar com uma arma apontada para mim para que eles pudessem atravessar a avenida e ir para dentro da favela. Acabei que furei o sinal vermelho pois não tinha condições de esperar o semáforo abrir.

    Uma vergonha.. Pior que TODO MUNDO que você fala sabe disso.
    Pelo visto menos as “autoridades” (coloquei entre aspas porque sei que não são todos..mas está difícil essa situação.)

  46. pelo amor de deus NÃO PARE DE FALAR DISSO! Hoje, quase 2 anos após a sua matéria, fui cercada no começo da Almirante Delamare por SEIS criminosos q berravam, ameaçavam e apontavam a arma pra mim enquanto eu me recusava a abrir o vidro! Finalmente eles atiraram e o tiro foi na altura da minha cabeça. Se meu carro não fosse blindado, eu não estaria aqui comentando e tremendo feito vara verde, eu estaria no IML. Dezenas de outros motoristas não tiveram a mesma “sorte” (bela sorte tomar um tiro na cara e rezar pra ele não furar o vidro… mas não tenho do q reclamar mesmo, estou bem) do carro blindado e foram assaltados, apavorados, humilhados, intimidados… a fofoca entre os assaltados que pararam pedindo socorro à viatura parada na frente do Hospital Heliópolis (chegou nesse ponto! grupos de assaltados narrando seu horror pessoal estacionados na frente da primeira viatura visível) era de que gente sem carro blindado também foi alvejada! Não sei até agora se é verdade e nem qual o estado dessas pessoas. Bom, os outros motoristas q paravam atrás de mim, pra também pedir ajuda aos policiais, tremiam e choravam… mas os policiais pareciam tão intimidados quanto as vítimas. NADA fizeram a não ser dizer q já sabiam do q estavam acontecendo e mandar as vítimas fazerem B.O. Foram cordiais, mas tão eficientes numa situação de caos quanto o jornaleiro da esquina seria! Alguém avisa q prestar solidariedade às vítimas não é o trabalho da polícia? Isso minha mãe faz! Eles tem q ir lá e impedir o arrastão, prender os bandidos e chamar as vítimas pra reconhecer!!!!!

  47. sério. depois de já ter sido assaltada nos 3 tombos, na domingos de moraes, na jabaquara e de TOMAR TIRO na almirante delamare, q caminho vc sugere pra uma moradora de moema q namora um homem de são bernardo e estuda com ele em santo andré? tô quase abandonando o curso, o namoro e saindo do país! patriotismo? nenhum! de saco cheio do Brasil! só quero juntar dinheiro pra sair dessa droga antes que ela imploda de vez! daí, se implodir, já vai tarde! não vai deixar saudades.

  48. Ontem dia 20/04/2014 fui assaltado no sentido sao paulo para saõ caetano, por 3 meliantes menores armados que ficam na CDHU esperando fechar o semafaro
    Eu estava com o meu filho de meses e minha esposa.
    Está uma vergonha delamare

  49. Tambem fui vitima de tentativa de assalto na saída da anchieta sentido juntas provisórias no dia 8/7/2014, dia que o Brasil ia jogar as 17:00 com a Alemanha , na curvinha antes de chegar na avenida, outros já tinham sido assaltados na frente por moleques de 15 a 17 anos. Por sorte uma viatura passou na hora.. evitem a regiao, mesmo com o policiamento “cone”, os moleques não se intimidam.

  50. No dia 13/08/2016, vindo de UBER de um casamento, não percebi quando o WAZE fez a rota de passar em frente a favela heliopolis às 5hs. Não deu outra, fomos assaltados e com muita violência e deboche por parte desses bandidos que após o assalto, somem dentro da favela. Até quando isso vai continuar, que País é esse!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s