Quantos anos ainda resta à Represa Billings?

Parece exagero, alarmismo extremo, mas não é. Hoje a represa Billings, um dos mais importantes reservatórios de água da região metropolitana de São Paulo, completa hoje 87 anos e segue seriamente ameaçada.

Recentemente, e como já foi discutido aqui, o Relatório de Qualidade das Águas Superficiais do Estado de São Paulo até informou melhora de 15% nos índices gerais de qualidade da água da represa, tendo como base medição feita entre 2006 e 2011. No entanto, o mesmo relatório mostra que 20% do esgoto do Grande ABC continua sendo despejado no local sem tratamento algum.

Mais ainda, segundo o ambientalista José Contreras Castilho “não há interesse, por parte das empreiteiras e dos governos corruptos em salvar a Billings. O projeto deles é trazer água de longe, do Rio Juquiá, no Vale do Ribeira, num desnível com mais de 700 metros o que vai exigir a construção de várias estações elevatórias, encarecendo a obra”, afirmou em entrevista para o jornal ABC Reporter. 

O fato preocupa. Segundo Castilho “a população somente vai se conscientizar com o problema da água – e do manancial – quando o produto ficar cada vez mais raro e caro nas torneiras”.

Hoje
Hoje, a partir das 19 h o grupo “Billings que te quero viva” promove um seminário, na Câmara de São Bernardo com os palestrantes Adolfo Homma, que falará a respeito da Lei Específica da Billings e com Márcio Ackermann, que falará sobre o potencial energético da represa.

Para quem tiver interesse no assunto, recomendo o comparecimento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s